.

.
Página de doutrina Batista-Calvinista. Cremos na inspiração divina, na inerrância e infalibilidade das Escrituras Sagradas; e de que Deus se manifestou em plenitude no seu Filho Amado Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador, o qual é a Segunda Pessoa da Tri-unidade Santa
CLIQUE, NO TÍTULO DE CADA UMA DAS POSTAGENS, PARA ACESSAR O ÁUDIO DO SERMÃO OU ESTUDO

sábado, 21 de março de 2009

Pescadores de Homens [Evangelho de Marcos - Parte 2]



















Pr. Luiz Carlos Tibúrcio

Marcos 1.1: "Princípio do Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus".
- Evangelho de Marcos não traz detalhes do nascimento do Senhor Jesus Cristo, nem detalhes do nascimento de João o Batista. Mas em Lucas 1.26, lemos:
"E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com um homem, cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria".
- Deus deu ordem ao Seu anjo que fosse a Nazaré, uma pequena cidade da Galiléia, para falar com uma jovem, uma virgem.
- O anjo tinha uma mensagem de Deus para ela.

V. 28: "E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres. E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras, e considerava que saudação seria esta".
- A saudação que o anjo faz a Maria é de que era bem-aventurada. Ainda que descendente de reis, como o Rei Davi, era uma moça pobre, humilde, que se casaria com um homem igualmente pobre e humilde.
- Os jovens têm tantos chamados do mundo, são muitas ofertas que o mundo faz para que os jovens se mantenham entretidos, distanciados e cegos para as coisas de Deus; porém, o Senhor tem um chamado para os Seus, o chamado para servi-lO, e as bênçãos advindas desse chamado são incontáveis, meus irmãos!
- A jovem tem um chamado especial de Deus para a vida dela.
- E você, jovem? Como é o seu relacionamento com o Senhor? Você tem colocado a sua vida para honrar e servir ao nosso Senhor?
- No momento em que Maria estava para se casar, Deus a chamou para ser uma bênção.
- Será que os jovens estão se preparando para ter um lar, uma família, uma esposa ou um esposo temente ao Senhor? E a estar se preparando através da oração, ouvindo a palavra de Deus, para constituir uma família?
- Vemos que Maria é uma pessoa abençoada, porque ela não questionou a Deus, não interrogou-o com perguntas, como: Senhor, será que é isso que quero para a minha vida? Senhor, não estou interessado em sua oferta? Ou, Senhor, não quero deixar o que planejei para servi-lO?... Pelo contrário, ela disse simplesmente sim: "Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra" (Lc 1.38).

V. 31: "E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus. Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai; e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim. E disse Maria ao anjo: Como se fará isto, visto que não conheço homem algum? ".
- O anjo revelou à jovem as maravilhas que o seu filho fará, pelo poder de Deus.
- E Maria perguntou ao anjo, como teria um filho se não conhecia homem, se não tinha vida sexual, se ainda era uma virgem...
- A palavra nos diz que ela se mantinha pura, virgem, a espera de receber o seu noivo no casamento.
- O mundo nos revela valores diferentes, de que você é um estúpido, um tolo se não viver segundo o padrão que ele impõe. Mas nele encontra-se apenas dor, amargura, tristeza, desânimo, mentira e uma promessa enganosa que não se cumprirá. Vale a pena seguir os padrões de Deus e servi-lO; viver segundo a Sua palavra.
- Maria esperava o tempo certo para fazer as coisas em sua vida; e há sempre o tempo correto para cada coisa a ser feita. Há tempo para tudo, e o quanto é maravilhoso ver aquela jovem , temente ao Senhor, responder e resistir ao apelo do mundo segundo a palavra de Deus.

V. 35: "E, respondendo o anjo, disse-lhe: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus... Disse então Maria: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo ausentou-se dela".
- A vida de Maria, a partir dali, é inteiramente transformada. Ela sofrerá e passará por muitas tribulações, assim como na vida de qualquer crente, por que ela é uma serva do Senhor.
- Algumas pessoas pensam que, por ser cristãos, desprezamos Maria. Eles estão redondamente enganados, pois ela é uma serva, um instrumento abençoado nas mãos do Senhor. Uma mulher escolhida, separada para a Sua obra, em cuja vida a vontade dEle se manifestou.
- As vezes, quem obedece ao Senhor pagará um preço muito alto; mas maravilhoso é Aquele que nos sustenta e nos dá a vida.
- Antes, a nossa salvação custou um preço muito alto para Deus, ao mandar o Seu Filho Amado ao mundo para nos salvar.
- Quando estamos aqui, temos certeza de que servir a Deus nos custará alguma coisa. Para ser fiel, puro, e servo, é necessário pagar um preço.
- Pense nisto: O que importa ser honrado entre os homens e desonrado diante de Deus? E que importa ser desonrado diante dos homens mas ser honrado diante de Deus?

Voltando a Marcos 1...

V. 9: "E aconteceu naqueles dias que Jesus, tendo ido de Nazaré da Galiléia, foi batizado por João, no Jordão".
- João pregava aos homens o arrependimento, batizando os homens com água, afirmando que Cristo batizaria com o Espírito Santo, e era muito maior do que ele.
- Em Mateus e Lucas, João se recusou, inicialmente, a batizar Jesus. Ele acreditava que deveria ser batizado por Cristo, no que estava certo. Porém, Deus usa homens para fazer a Sua obra, e João o Batista foi usado.
- Aquele jovem que vivia no deserto, comendo mel e gafanhotos, guardando-se para a obra que Deus tinha destinado em sua vida, agora está no Jordão, batizando ao seu Senhor.
- Ao ser batizado, iniciando o Seu ministério, Jesus assume a identidade, a comunhão com os pecadores. O Senhor não precisava ser batizado para arrependimento, mas o fez por amor ao Seu povo.
V.10: "E, logo que saiu da água, viu os céus abertos, e o Espírito, que como pomba descia sobre ele. E ouviu-se uma voz dos céus, que dizia: Tu és o meu Filho amado em quem me comprazo".
- João tem a visão do Espírito Santo vindo sobre o Senhor Jesus Cristo. Era a revelação de Deus para aquele que pregava no deserto. E ele proferiu: "Eis o cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo".
- Quando estamos aqui, fazendo a obra de Deus, sabemos que foi o que Ele planejou para nós, em Sua imensa sabedoria e bondade, antes da fundação do mundo. Ele nos escolheu, nos chamou para isso, conforme a Sua vontade; seja em qual lugar for, seja naquilo que fazemos, saibamos que estamos no lugar onde Deus nos quer, fazendo o que Ele quer.
- Deus me usará como instrumento à medida em que me disponho a fazer a Sua obra. Quando tenho alegria em pregar a Sua palavra, em orar e auxiliar aqueles que necessitam, por aqueles que não têm Cristo, por aqueles que estão cegos, nas trevas, aos quais Deus enviar-me-á, e aos irmãos, para fazer a Sua maravilhosa obra.
- Cristo se indentificou conosco quando foi batizado, assumindo-se como homem diante de todas as testemunhas no Jordão.

V. 12: "E logo o Espírito o impeliu para o deserto. E ali esteve no deserto quarenta dias, tentado por Satanás. E vivia entre as feras, e os anjos o serviam".
- Quando passamos pelas dificuldades e provações desta vida, nos lembremos de que Cristo também foi tentado. O crente vai passar por tentações e perseguições perpetradas por satanás. Isso é algo que temos em comum. Em João 16.33, lemos: "Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo".
- Ao ser tentado, o Senhor Jesus dizia a satanás: "Está escrito". Até que o diabo afastou-se dele, porque Ele havia vencido-o pela Palavra.

V. 27: "E todos se admiraram, a ponto de perguntarem entre si, dizendo: Que é isto? Que nova doutrina é esta? Pois com autoridade ordena aos espíritos imundos, e eles lhe obedecem! ".
- Satanás está sujeito ao Senhor Jesus, ele O obedece. Não há uma luta entre o diabo e o Senhor, porque o diabo já está derrotado.
- Satanás domina sobre a vida daqueles que estão em rebeldia contra Deus, mas jamais dominará a vida daquele que Cristo resgatou para Si, do escolhido de Deus.
- Graças a Deus pelo Senhor Jesus tê-lo derrotado por nós.

V.14: "E, depois que João foi entregue à prisão, veio Jesus para a Galiléia, pregando o evangelho do reino de Deus, E dizendo: O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho".
- Jesus estava no local em que Deus queria, anunciando o Reino de Deus: arrependei-vos e crede no Evangelho.
- Cristo nos chama ao arrependimento sincero, não ao arrependimento cerimonial, onde se tem a idéia de que os pecados e a maldade do homem podem ser apagados por uma atitude humana ritualística, pagando uma "penitência" ou fazendo um sacrifício físico, para em seguida pecar novamente, com a certeza de que poderá aplacar a ira de Deus com outra penitência já encomendada. Isso é abominação, é desprezá-lO, e como Paulo disse: "Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna." (Gl 6.7-8).
- O Reino de Deus está vindo com a justiça de Deus.

João 6.38: "Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia. Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia".
- Todo aquele que vê o Filho, todo aquele que crê nEle, não terá a vida eterna, mas tem a vida eterna; e será ressuscitado no último dia.

João 4.34: "Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra".
- Muitas pessoas colocam erroneamente Deus Pai como alguém que quer destruir e condenar, e Jesus Cristo como alguém que quer salvar.
- Mas aquilo que alimenta, aquilo que é o desejo do Senhor Jesus é fazer a vontade do Pai. A vontade do Pai e do Filho são uma, em unidade, em comunhão, com o mesmo propósito.
- Deus escolheu homens para realizar a Sua obra. Ele chamou uma jovem, chamou discípulos para enviá-los a fazer à Sua seara.
Marcos 1.16: "E, andando junto do mar da Galiléia, viu Simão, e André, seu irmão, que lançavam a rede ao mar, pois eram pescadores. E Jesus lhes disse: Vinde após mim, e eu farei que sejais pescadores de homens".
- Alguém disse que o peixe é pescado para morrer, porém o homem é pescado para viver.
- O Senhor chamou homens para aprender, para que anunciassem o Evangelho.

Mateus 28.19: "Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém".
- Cristo está presente conosco, habitando em nós, junto conosco.
- Um discípulo vai sentar-se e aprender com o seu mestre. E o nosso mestre é Cristo.
- Haverá pastores, doutores e mestres na Igreja. Outros serão missionários, mas as ovelhas são chamadas para serem discípulas, para aprenderem e seguir o Supremo Pastor, Jesus Cristo.
- Somos chamados a guardar e aprender aquilo que Cristo tem ensinado: a palavra de Deus; e aprender a andar como Ele andou, e desejar fazer a vontade do Pai como Ele desejou, servindo-O.
- A ordem é que se façam discípulos. E, o discípulo quererá andar e ser igual ao seu mestre.
- No livro de Atos vemos os apóstolos pregarem, e alguns perguntavam: Não são homens incultos e iletrados? Mas logo eles reconheceram que aqueles homens haviam andado com Jesus.
- Se somos discípulos do Senhor Jesus, as pessoas verão que somos cristãos; que Cristo habita em nós, que somos semelhantes a Ele.
- Ha condições para se ser um discípulo do Senhor Jesus...

Lucas 14.26: "Se alguém vier a mim, e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs, e ainda também a sua própria vida, não pode ser meu discípulo".
- A salvação é algo maravilhoso, é fantástico estar no céu com Ele, porém, a palavra de Deus nos diz que o caminho é estreito e são poucos os que entram; e ainda que a porta é estreita, e poucos são os que passam por ela. Então, irmãos, o caminho é apertado, a porta é estreita.
- O homem natural tem prazer, ainda que seja um prazer falso, destrutivo, enganoso, como o proporcionado pelo carnaval, por exemplo; em contrapartida, há o céu, mas a maioria não chegará a ele.
- Para servi-lO será necessário deixar pai, irmão, mulher, filhos, e odiar a própria vida. Isso significa: abandonar tudo aquilo que a minha carne deseja e a satisfaz, para servir a Cristo.
v. 27: "E qualquer que não levar a sua cruz, e não vier após mim, não pode ser meu discípulo".
- Primeiro, temos de pegar a nossa cruz; local de sofrimento, de renúncia e morte.
- Segundo, temos de seguir a Jesus. Aquilo que não agrada a Deus não pode nos agradar.
- Se você deseja ir a um lugar, mas não pode levar o irmão da igreja consigo, esse não é um lugar para se ir, porque ali, o que se vê, ouve e faz, certamente, afronta a santidade de Deus.
- A exigência do Senhor é: renúncia, tomar a sua cruz e segui-lO.
- A palavra do Senhor é: Ele usa homens para fazer a Sua obra. Mas é necessário renunciar e morrer para o mundo.
Marcos 1.29: "E logo, saindo da sinagoga, foram à casa de Simão e de André com Tiago e João. E a sogra de Simão estava deitada com febre; e logo lhe falaram dela. Então, chegando-se a ela, tomou-a pela mão, e levantou-a; e imediatamente a febre a deixou, e servia-os".
- O Senhor vai à casa de Simão, e a sua sogra está enferma, mas Jesus a toma pela mão e cura-a.
- Cristo tem o poder para curar, salvar, libertar, regenerar o homem, mas o interessante é que, tão logo a sogra de Pedro foi curada, ela serviu-O.
- A nossa vida deve ser: servir a Cristo, como instrumento na Sua obra. E ele nos usará, os nossos bens, nossos dons, capacitando-nos para a Sua obra.
- Que Ele nos dê graça como instrumentos na Sua obra, para Seu louvor e glória.
- Da mesma forma que Deus usou homens no passado, Ele agora quer nos usar, nos chamar para servi-lO, e nos tornar em canal de bênçãos para outras pessoas, sabendo que Ele é quem opera em nós, segundo a Sua eterna vontade.
- Que possamos consagrar ao Senhor os nossos bens, talentos, o melhor de nós, e que estejamos crucificados para este mundo, vivendo e seguindo os passos daquele que tanto nos amou, o qual morreu na cruz para nos dar vida e fazer-nos Seus discípulos.
- Irmãos, a vontade eterna de Deus se realizou no Seu Filho Amado, e se realiza em nós, cumprindo assim o Seu santo plano de fazer-nos discípulos, e levar-nos à pregar o Evangelho àqueles a quem o Mestre e Senhor chamou.
Resumo da mensagem pregada no TBB: Janeiro de 2009.
Todos os versículos da Almeida Corrigida e Fiel da SBTB (ACF)

sábado, 7 de março de 2009

Endireitai Suas Veredas [Evangelho de Marcos - Parte 1]














Pr. Luiz Carlos Tibúrcio


A partir de hoje, pregaremos expositivamente o Evangelho de Marcos a cada domingo, se assim Deus quiser, crendo que o Senhor nos falará através da Sua santa palavra, revelando-nos a Sua vontade. Que cada um dos irmãos entenda o seu papel no Reino de Deus, e, sobretudo, o chamado que Ele tem para cada um de nós.

Marcos 1.1: "Princípio do Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus. Como está escrito nos profetas: Eis que eu envio o meu anjo ante a tua face, o qual preparará o teu caminho diante de ti. Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, Endireitai as suas veredas"
- No início do Evangelho de Marcos lemos sobre um servo, o qual viria preparar o caminho do Senhor.
- Essa é uma profecia sobre o homem cujo nome sabemos ser João o Batista.

Lucas 1.13: "Mas o anjo lhe disse: Zacarias, não temas, porque a tua oração foi ouvida, e Isabel, tua mulher, dará à luz um filho, e lhe porás o nome de João"
- João é anunciado como uma promessa.
- O anjo traz a notícia para Zacarias de que Deus lhe daria um filho. Ele e sua esposa estavam em idade avançada, e não era mais possível que tê-lo. Porém, não para Deus.
- Quando ele viu anjo, temeu, mas o anjo lhe disse: não temas, a sua oração foi ouvida por Deus, e você terá um filho.
Versículo 14: "E terás prazer e alegria, e muitos se alegrarão no seu nascimento"
- João era o filho da promessa, e traria alegria, gozo para muitos.
- Deus usando os seus servos segundo o Seu propósito, trazia para Zacarias e Isabel gozo, mas não só para eles, mas para várias pessoas.
-Maravilhoso é como Deus nos coloca em comunhão santa com outras pessoas, e dirigindo os nossos caminhos de tal forma que somos abençoados por essas pessoas, e também somos usados por Ele para abençoá-las.
Versículo 15: "Porque será grande diante do Senhor, e não beberá vinho, nem bebida forte, e será cheio do Espírito Santo, já desde o ventre de sua mãe"
- Desde o ventre, João é separado para realizar a obra de Deus.
- João foi filho de um milagre.
Versiculo 63: "E, pedindo ele uma tabuinha de escrever, escreveu, dizendo: O seu nome é João. E todos se maravilharam"
Versículo 5: "Existiu, no tempo de Herodes, rei da Judéia, um sacerdote chamado Zacarias, da ordem de Abias, e cuja mulher era das filhas de Arão; e o seu nome era Isabel. E eram ambos justos perante Deus, andando sem repreensão em todos os mandamentos e preceitos do Senhor. E não tinham filhos, porque Isabel era estéril, e ambos eram avançados em idade"
- Um milagre, é isso que João Batista era. Um presente de Deus, é isso que significa o seu nome.
- Aquele que prepara o caminho do Senhor, e uma grande bênção para o povo de Deus.
- O fato de estarmos aqui hoje, de ouvirmos a palavra de Deus, não é algo maravilhoso?
- Deus tem nos presenteado com a vida que nos tem dado.

Salmo 139.13: "Pois possuíste os meus rins; cobriste-me no ventre de minha mãe. Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem"
- O salmista fala sobre a forma maravilhosa como foi gerado no ventre da sua mãe. E diz mais:
Versículo 15: "Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra. Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia"
- Deus nos fez maravilhosamente segundo o Seu santo projeto, pela Sua santa vontade.

Atos 17.26: "E de um só sangue fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados, e os limites da sua habitação; Para que buscassem ao Senhor, se porventura, tateando, o pudessem achar; ainda que não está longe de cada um de nós"
- O apóstolo Paulo está dizendo que Deus estabeleceu na eternidade os limites da nossa morada, e planejou que nasceríamos aqui no Brasil, e estaríamos aqui agora na Sua casa.
Versículo 30: "Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam"
- O Senhor mostra a Sua misericórdia e bondade.
- Todos fomos criados por Deus.
- João foi uma promessa de Deus feita nos tempos antigos.
- Igualmente, de uma forma infinitamente poderosa, por toda Escritura vemos Deus revelando o Senhor Jesus Cristo, o ungido de Deus, o amado do Senhor, como um presente que Ele nos dá, e que para nós significa tudo. Guardadas as devidas proporções, é como se alguém tivesse um presente magnífico para nos dar, e fosse descrevendo-o, revelando-nos os seus prodígios, a sua natureza.

Malaquias 3.1: "Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; e de repente virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais; e o mensageiro da aliança, a quem vós desejais, eis que ele vem, diz o Senhor dos Exércitos"
- Aqui vemos a promessa da vinda de João o Batista, o qual prepararia o caminho do Senhor Jesus.
- Mesmo com a idade, Zacarias e Isabel, não perderam a fé, nem a confiança em Deus, ainda que não fosse mais possível para eles, humanamente, terem um filho.
- Mas, havia uma promessa de Deus. E a seu tempo, Ele encarregou-se de cumpri-la; e que alegria para aquele casal de velhinhos receberem do Senhor o presente que tanto desejavam. O filho foi um milagre de Deus.

Votando a Marcos 1...

- Nós devemos receber a palavra do Senhor, e obedecer à Sua palavra.
- O apóstolo Paulo quando está escrevendo suas epístolas diz: Paulo, servo do Senhor Jesus Cristo... Não pela minha ou a sua vontade, nem pela vontade de ninguém, mas pela vontade de Deus, somos servos do Senhor Jesus.
- Foi Deus quem enviou João Batista; é Ele quem nos envia a proclamar a Sua palavra.
- A nossa motivação tem de ser a de fazer a obra do Senhor.
- Ninguém pode exceder em amor a Deus. O Seu cuidado em trazer João o Batista como um presente para Zacarias foi também torná-lo bênção na pregação do Evangelho de Cristo.
- O Senhor fazendo a Sua obra, o Senhor enviando homens à Sua seara, e enviando-nos a realizar a Sua santa vontade.
- Algo triste é quando passamos pela vida e nada fazemos. Há muitos homens, grandes homens que nos deixaram um legado, o qual desfrutamos daquilo em que trabalharam, e que agora nos beneficia. Mas sabe de uma coisa, meus irmãos, muito daquilo que é feito pelos servos do Senhor não é anunciado, nem reconhecido pelo mundo, porém, que obra maravilhosa, fantástica, anunciar o Evangelho de Cristo, e proclamar o caminho da Salvação, sabendo que estamos sujeitos a Ele, e por Ele, capacitados a alcançar os perdidos, os rebeldes.
- João veio segundo a palavra do Senhor. Assim como Isaías, Paulo, Pedro, e nós; somos chamados e destinados a fazer a obra do Senhor.
Versículo 6: "E João andava vestido de pêlos de camelo, e com um cinto de couro em redor de seus lombos, e comia gafanhotos e mel silvestre"
- Ele era um homem humilde, simples.

Mateus 11.7: "E, partindo eles, começou Jesus a dizer às turbas, a respeito de João: Que fostes ver no deserto? uma cana agitada pelo vento?"
- O que é uma cana agitada pelo vento? Ela faz um assobio, um ruído.
Versículo 8: "Sim, que fostes ver? um homem ricamente vestido? Os que trajam ricamente estão nas casas dos reis"
- Aquelas pessoas desprezam os outros pela aparência. O valor que elas davam ao próximo era segundo o que elas aparentavam ou possuíam.
Versículo 9: "Mas, então que fostes ver? um profeta? Sim, vos digo eu, e muito mais do que profeta; Porque é este de quem está escrito:Eis que diante da tua face envio o meu anjo,que preparará diante de ti o teu caminho"
- Quando perguntaram a João se ele era um profeta, ele diz: Não. Sou uma voz que clama no deserto.
- Hoje vemos muitos se arvorando a curandeiros, apóstolos e profetas, sem sê-los. Mas João disse o que era: servo do Senhor, e isso, infelizmente, é algo que a maioria dos homens se recusa a ser.
- O importante não é o que eu penso de você, meu irmão, o que falam de você, se você é bajulado, se o carregam no colo ou não, mas quem é você para Deus. Até porque, hoje as pessoas o adulam, amanhã o apedrejam.
Versículo 11: "Em verdade vos digo que, entre os que de mulher têm nascido, não apareceu alguém maior do que João o Batista; mas aquele que é o menor no reino dos céus é maior do que ele"
- Ninguém entre os nascidos de mulher é maior do que João o Batista, mas o pequenino, o menor entre os servos de Deus é maior do que ele.

Marcos 1.7: "E pregava, dizendo: Após mim vem aquele que é mais forte do que eu, do qual não sou digno de, abaixando-me, desatar a correia das suas alparcas"
- João comia mel silvestre e gafanhotos, e se vestia com pêlos de camelo, não bebia vinho, jejuava, tinha uma vida de abstinência, voltada para Deus.
- Olha o contraste da palavra de Deus com o que vemos hoje, onde as pessoas são ensoberbecidas, vaidosas, uma querendo ser maior do que a outra. Cada uma ambicionando ter um bem maior, um poder maior, e ser melhor do que a outra.
- João, em si mesmo, se humilhava como servo do Senhor; tinha-se em menor grau para servi-lO melhor, de tal forma que o Senhor fosse exaltado e não ele mesmo.
- João, inquirido por um dos seus discípulos pelo fato de todos o abandonarem e seguirem a Cristo, disse: "Aquele que tem a esposa é o esposo; mas o amigo do esposo, que lhe assiste e o ouve, alegra-se muito com a voz do esposo. Assim, pois, já este meu gozo está cumprido" (Jo 3.29). Em outras palavras, a alegria do amigo do noivo era exultar-se na alegria do noivo.
- Essa é a atitude de alguém cheio do Espírito Santo, que ao invés de se exaltar a si mesmo, exalta aquele que é merecedor de toda a glória e louvor, o nosso Senhor e Salvador.
- João o Batista é o exemplo de servo do Senhor Jesus, aquele que estava ali para servir e glorificar a Deus em sua vida. Veremos muitos tipos de servos do Senhor na palavra de Deus. Havia nele o temor a Deus, havia o cumprimento de uma profecia, de que seria uma bênção, e o desejo de servi-lO. Não havia em João a autoexaltação, orgulho, mas o desejo profundo de consagrar-se ao serviço do Senhor.
- Deus tem nos separado para ser vasos de honra, nos preparado para servi-lO, e nos destinado a ser uma grande bênção. Este deve ser o desejo de cada um de nós, que sejamos usados para cumprir aquilo que Ele deseja, seja pregar para uma multidão, ser preso injustamente, e ser decapitado como foi com João o Batista.
- O nosso desejo tem de ser, no mais íntimo do nosso coração, o de servir completamente a Deus, como instrumento da Sua vontade. Porque maravilhoso é Aquele que prometeu: e cuidarei de vós.

Resumo da mensagem pregada no TBB: Janeiro de 2009.
Todos os versículos da Almeida Corrigida e Fiel da SBTB (ACF)